Anotações sobre o candomblé... [1]

domingo, 4 de julho de 2010 0 comentários
-->
Por muito tempo considerado como uma manifestação cultural, ou uma seita, o candomblé hoje é reconhecido como uma religião genuinamente brasileira.
A palavra Candomblé é de origem yorubá que significa festa, ou nome que se dá ao local onde são realizadas as festas. Esse termo acabou por designar o conjunto de crenças religiosas das diversas etnias africanas, reunidas no Brasil em conseqüência do processo de escravidão. Nasce o Candomblé "os humanos faziam oferendas aos Orixás, convidando-os a Terra, aos corpos das "iaôs". Então os Orixás vinham e tomavam seus cavalos. E enquanto os homens tocavam seus tambores, vibrando os batas e agogôs, soando os xequerês e adjás, enquanto os homens cantavam e davam vivas e aplaudiam, convidando todos os humanos iniciados para a roda do "xirê", os orixás dançavam, dançavam e dançavam. Os Orixás estavam felizes. Na roda das feitas, no corpo das iaôs, eles dançavam, dançavam e dançavam. Estava inventado o Candomblé.




-->
No Brasil este culto, é similar ao culto praticado na África, em que o principal quesito para se ingressar em seus mistérios seria a iniciação. Na África a iniciação é feita vezes em plena floresta, no Brasil foram estabelecidas mini Áfricas, ou seja, a casa de culto teria todos os orixás africanos juntos, ao contrário da África, no qual cada orixá está ligado a uma aldeia, ou cidade. A palavra Candomblé possui dois significados entre os diversos pesquisadores, o primeiro seria que o Candomblé seria uma modificação fonética de "Candonbé", um tipo de atabaque utilizado pelos Angolanos; ou seria "Candonbidé", que quer dizer "ato de louvar, pedir por alguém ou por alguma coisa". Nos dias atuais, a palavra Candomblé revela-se no Brasil como o culto afro-brasileiro, ou melhor, a cultura africana no território brasileiro.

0 comentários:

 

©Copyright 2011 Porque Tudo Muda... | TNB