Anotações sobre o poder político...

sábado, 20 de agosto de 2011 0 comentários
O poder pode ser considerado como o controle de alguma coisa sobre outra. este exercício de dominação pode está contido em qualquer esfera das relações sociais ou como argumenta Focault: as relações sociais pressupõem em si uma relação de poder.


Tratando no que diz respeito ao que chamamos esfera política, o poder consiste nos mecanismo de controle e dominação exercido por um indivíduo ou um grupo de indivíduos em uma determinada sociedade. Maquiavel, autor do livro O Príncipe, argumenta que para ser um bom governante, o príncipe precisa ser respeitado por todos os seus entes, mas que caso seja necessário, que ele também seja temido. Esta proposição de Maquiavel coloca que o governante precisa da aceitação dos governados, mesmo que seja pela força, o que entendemos como a forma absoluta de tentar dirigir um governo.
Autores iluministas como Montesquieu e Rousseau propõem uma nova concepção de formação de poder político, ao criticarem o sistema absolutista que foi vigente na Europa até o século XIX. Estes pensadores argumentavam que deveria haver uma divisão de poderes, isto é, as funções do governo de legislar, executar e fiscalizar deveriam ser realizadas em instâncias diferentes, esta divisão limitaria o poder e seria autorregulador do sistema político vigente, gerando assim o controle do controle. Estas são algumas considerações acerca do poder e poder político.

0 comentários:

 

©Copyright 2011 Porque Tudo Muda... | TNB