Meu lugar...

terça-feira, 12 de julho de 2011 0 comentários

Sem esperar aconteceu o que de certo modo era totalmente imprevisível, no meio de um momento de grande neutralidade de meu ser, invariavelmente me percebi contando o tempo para ver, ouvir, ler e a sentir de novo. Não quis me apetecer por você, no entanto foi inevitável...

Qual será o lugar para se perder em lugar nenhum?

Como não aceitar o que lhe coloca fora do tempo?

É um desejo insistente, recorrente, permanente. É a vontade que coloca, liga, escreve, pensa. Ah... não sei se é real, irreal ou surreal, só sei que cada vez que Miro(ad)Miro Você cada vez mais!!!

E quero mais ao vivo, em cores, tridimensionalmente...


0 comentários:

 

©Copyright 2011 Porque Tudo Muda... | TNB