Falando superficialmente sobre considerações clássicas sobre o Brasil...

segunda-feira, 21 de setembro de 2009 0 comentários
-->
Gilberto Freire e Sérgio Buarque de Holanda escreveram obras basilares para compreensão sobre as raízes do Brasil que em grande parte se deu na casa grande e na senzala, suas obras Raízes do Brasil (S. B. de Holanda) e Casa Grande & Senzala (G. Freire) apesar de tudo são muito distintas.


-->Casa Grande & Senzala é fruto de um trabalho em que o próprio Freire afirma que se utilizou de tudo como documento, desde documentos oficiais a letras de cantigas de roda e receitas de bolo passando por iconografias. Outra característica importante na obra é que Freire será o primeiro a responder favoravelmente aos negros à questão elaborada por Von Martius no século XIX: “ O Brasil teria um desenvolvimento diferente sem a chegada dos negros?” Freire, além de dizer que não, dirá que o negro é elemento solidificador para a compreensão do Brasil. Freire por causa de sua obra é considerado um neovarnhagenista, pois Casa Grande & Senzala é um elogio, até mais exaltado que Varnhagen em sua obra, à colonização portuguesa.

Raízes do Brasil, mesmo sendo escrito em forma de ensaio como a obra de Freire, se difere pela utilização de mais fontes oficiais, mesmo que S. B. de Holanda não se preocupe em demonstrá-las nitidamente. Esta obra é completamente antilusitana, propões uma nova formação do Brasil, sem o português e, portanto ser no latifúndio, aspectos muito elogiados na obra de Freire. S. B. de Holanda dá pouca ênfase aos negros e diz que a modernidade será alcançada quando eliminarmos o espírito português de nossas almas, ou seja, o aspecto do “homem cordial” presente em nossas terras brasileiras.







-->
Raízes do Brasil visa a construção de um Brasil a partir da cidade e de São Paulo principalmente, ao contrário de Casa Grande & Senzala é u,a obra de apreço, elogio e quase um desejo de freire que o Nordeste tão decadente no início dos anos trinta do século XX, pudesse reviver seus momentos de glória.

0 comentários:

 

©Copyright 2011 Porque Tudo Muda... | TNB