A mobilidade em Salvador... [1]

sábado, 24 de abril de 2010 0 comentários

Salvador vive em uma intensa espera pelo maior evento esportivo do planeta, no entanto apesar de ser uma cidade linda e fantástica, ela assim não é apresentada aos seus próprios moradores. Só realmente conhecem a Salvador das Igrejas, Museus, Fortes, Praias uma pequena parcela da população soteropolitana, e dessa parcela raríssimos são os que são oriundos da periferia. Vivemos então em uma dicotomia onde pessoas que aqui nem moram já visitaram o Farol da Barra externa e internamente mais de uma vez e pessoas soteropolitanas de mais de duas décadas de vida que apesar de passar de ônibus pelo Farol nunca pararam para vê-lo!


Entre as desigualdades, temos um dos maiores adensamentos urbanos do Brasil, uma população que cresce sem ter para onde crescer. Salvador não tem nem onde para sair rodoviariamente, uma cidade de quase três milhões de habitantes só tem duas saídas a BR-324 (usada pela enorme maioria) e a Linha Verde (para aqueles que podem pagar pedágio e tem condições de freqüentar as praias privatizadas do Litoral Norte), até porque as questões geográficas tenha nos orientado para isso, somos uma cidade rodeada de água por três lados! Voltando à cidade em seu âmago, estamos ficando quase imóveis. O transporte público funciona precariamente e diante disso, aqueles que podem ou não, acabam comprando um automóvel de quatro ou duas rodas. Sabemos que o problema de mobilidade não exclusivo de nossa cidade, mas com certeza sabemos que pouco ou nada se tem feito de concreto para se reverter o sentido para imobilidade que estamos tomando, nem a sociedade civil (que hoje tem dificuldade de articular) tampouco políticas públicas voltadas para o público e não para questões eleitoreiras.


O grupo A Tarde vem promovendo debates sobre a mobilidade urbana de Salvador em um caderno especial chamado Salvador em Movimento, veja o que o público não faz, o privado quando é afetado acaba tomando iniciativa, o que é bom e ruim, pois não sabemos para o melhor de quem é realmente produzido estes debates, no entanto, a partir de agora, vou publicar os vídeos dos especialistas e convidados para este debate, para que possamos individualmente tirarmos nossas conclusões e nos enxerguemos dentro dessa cidade, que apesar de tudo, considero-a fantástica!


O primeiro de vídeo é uma exposição sobre o projeto de mobilidade para Salvador de Nazareno Afonso (mediador do debate). Nazareno é Urbanista, atua no setor de transporte desde 1971. Coordenador do escritório de Brasília da Associação Nacional de Transportes Públicos (ANTP/Brasília) e do Movimento Nacional pelo Direito ao Transporte Público com Qualidade. Diretor do Rua Viva – Instituto de Mobilidade Sustentável, ex-secretário municipal de Transporte em Santo André-SP, Porto Alegre-RS e ex-secretário de estado em Brasília-DF.





0 comentários:

 

©Copyright 2011 Porque Tudo Muda... | TNB