O livro didático e algumas questões de gênero...

quarta-feira, 5 de agosto de 2009 6 comentários

O livro didático reproduziu e anda reproduz certas visões estereotipadas da sociedade, sobretudo quando se trata das relações de gênero. Como é de conhecimento de muitos, a mulher somente em tempos muito recente adquiriu o direito igual ao do homem de estudar, tendo em vista que até 1962, por exemplo, quando casada, a mulher se tornava incapaz juridicamente de muitas atividades, dentre elas, ter conta bancária, trabalhar fora de casa, etc.

.

Pesquisas têm gerado alguns resultados alarmantes sobre como essa divisão sexicista da sociedade tem sido reproduzidas nos livros didáticos, os pedagogos em geral propõem que os educadores passem a encarar esta situação e ajam para que determinados valores de formação de homens e mulheres sejam repensados.


Várias teorias surgiram no fim do século XIX e início do século passado com o objetivo de subjugar a mulher. Uma dessas teorias afirmava que as mulheres eram menos inteligente que os homens por possuírem um cérebro menor. Essa teoria foi negada quando foi percebido que as mulheres são geralmente menores que os homens e logo terão também o cérebro proporcional ao corpo. Essa é apenas uma das teorias que se configuraram como discriminação de gênero.



Discriminação de gênero consiste quando o homem ou a mulher recebem tratamento diferenciado em prejuízo dos direitos do outro. Este tipo de discriminação pode ser encontrado em textos e ilustrações de livros didáticos que comumente caracterizam as mulheres como donas de casa, ajudas por uma empregada ou pela filha e os homens aparecem como chefes de família, dirigindo um carro, gerenciando uma empresa. Situação que promove uma divisão de papéis entre os gêneros que aparentemente parece natural e que na verdade é construída socialmente e que os movimentos feministas tem tentado desmascarar. Para isso é bom pais e professores se atentarem para essas questões ao escolherem o livro didático para a escola e para seus filhos respectivamente.

6 comentários:

  • FÁBIO CHRISTIANO! disse...

    Ótima postagem. Parabéns! Agora como sempre gosto de incitar a discussão e o diálogo em torno de alguns temas. Acaso você conversou sobre este assunto com seus pais e sobretudo sobre sua mãe e irmã?! É um boa pedida e um bom tema pra se conversar em família não acha? Um abraço.

  • Reginaldo disse...

    Parabéns pela postagem! Estou fazendo um curso de Gênero e diversidade na escola, e esta postagem veio a contribuir muito, pois muitas vezes não paramos para pensar quando escolhemos os livros didáticos.

  • Prof.: JOSÉ CARLOS disse...

    Vim conhecer seu espaço e gostei muito! Muito seleto e diversificado. Parabéns. A educação é a base do ser humano para sua vida em sociedade e para uma vida feliz. Também sou educador e vejo que nossa base holística é o caminho mais ameno a seguir, repleto de aprendizados diários.
    Obs: Também virei seu seguidor.
    Prof. José Carlos
    http://projetosead.blogspot.com/

 

©Copyright 2011 Porque Tudo Muda... | TNB